$hide=404$show=mobile

Santo Amaro foi aliado de Romero e Julieta

Santo Amaro foi aliado de Romero e Julieta

Imagem: encontrada na internet

Os pombos estavam a sair da última fase da ressaca e de dor da perda do antigo padre. Desde o desaparecimento do homem padre que não permaneciam nas primeiras horas do dia no teto da igreja e no sino. A igreja e a cidade têm sentido alguma tristeza devido a ausência dos barrulhos dos pombos, existia uma cumplicidade e certa intimidade que o finado padre tinha com eles, ele lhes dava grão de milho de manha e da parte da tarde. Na parte de manha, as sete horas, quando ele vinha para ensaiara as senhoras para a missa de final de semana logo na entrada da igreja centenas de pombos o cercava para a habitual refeição com os grãos que o padre trazia de casa. Era tao lindo e já se tornava de um habitual vício ver aquelas quantidades de pombos a deambularem em grupo pela cidade uns brancas e outras cinzentas, quando voavam juntas formavam uma imagem branco e preto como no tempo que muitas vezes transportava as pessoas paras memórias do passado da cidade quando as pessoas se reuniam na praça sem complexos e em família e alimentavam os pombos que brincavam e deambulavam na praça junto com as pessoas, coisas antigas, clássicas e de grande valor. Parece que os clássicos se tornaram escassos.

Algumas pessoas estavam reparando as mudanças e o desaparecimento de muitos pombos, também começou a se questionar o sancristão que prontamente mostrou o seu desagrado antigo para com aqueles bichos que gastavam mais milho do que a oração do final da tarde. A situação da igreja e a solidão dos fiéis cada vez mais se fazia sentir, apesar do sancristão já ter sabido de algum assunto, como sempre, tenta fazer joguinhos a jeito dele.

A notícia da chegada do jovem Romero já tinha sido do conhecimento diminuto na cidade, tirando o sancristão e algumas pessoas ligado à igreja que têm responsabilidades e viviam na capital, o Presidente da Câmara Municipal, o dono de único hotel da cidade e o chefe de Banco e mais ninguém sabia. O sancristão fazia questão de minguar a informação até chegar na boca do cristão mais afoito da cidade e assim lançar a notícia aos sete ventos. Ele sabia de cada coisa que entrava e saia da igreja, guardava histórias e segredos das gentes da cidade e dos próprios padres, o sacristão jogava com deficiente de como o bispo vinham monitorado da igreja da cidade.
Sabia exatamente o tempo, hora e os dias que os responsáveis máximos vinham para visitar a paróquia de Santo Amado, era difícil o acesso ao interior da ilha até chegar ao mais longínquo norte da ilha, assim, só vinham na época das festas do município e a maioria dos casos que acontecia durante o ano passava impunemente. Antes da morte do padre Anatnas o sancristão já o tinha acusado de desviar o dinheiro da igreja.

-morreu sem me dizer uma única palavra. Gostava de saber em quê que ele gastou todo aquele dinheiro. Desde que veio parar aqui nunca mais voltou para a sua terra, e ainda me dizia que o mundo era a sua casa. O sacristão dizia essas palavras a frente dos vários santos que enfeitavam o interior da igreja, sempre que olhava para a imagem de santo amaro o acusava de nada fazer pela cidade e ainda de permitir que o povo da cidade o chamara de velho louco.

-não entendem que eu sou o único que ainda zela por esta cidade esquecida no norte desta ilha de antigas revoltas envolto neste manto de porcaria e enganação. Desde a morte de Anatnas ele tem estado maioritariamente na igreja de manha e a tarde, limpava quase tudo exceto a imagem do Santo Amaro.

-estou te castigando. Primeiro pela história, nos anos vinte e quarenta não oscilaste nenhum terço ou um mendinho em favor das minhas gentes que morrera a fome, perdi os meus pais e o meu querido confrade. Segundo, eu te castigo pela memória e cidadania, quando vieram os presos nunca chegaste a opor contra o salazar, é claro que não podias sair dali, falar contigo aqui é o mesmo que falar com este povo fora desta igreja, o problema é me ouvirem, me acham um trapo velho e louco, mas, este povo confia em se santo amaro! Podias falar com o homem mais acima de ti para lançar coragem, bênção e bravura no coração deste povo. Ficaram todos em absoluto silêncios e ainda ajudaram na alimentação dos presos do Campo de concentração que no fundo foi uma boa ação, ouve quem misturou com os guardas do campo até a profundidade do corpo! É só sair à rua para observar essas caras brancas dos primos portugueses. Hoje a ignorância é mais profunda, é uma ferida que já perdeu o cheiro e não cessa. Ele volta a levantar a cara e diz ao Santo Amaro.
-tu foi o culpado. Tu és o amado santo o santo amaro, Parcialmente. Finalizou o sancristão a sua conversa com os santos e em particular o Santo amado. Já era tarde, fechou todas as portas e janelas da igreja e deu a ultima espiadela no santo amaro que permanecia sujo de pó e lhe apontou o dedo indicador ficando o encarando de frente e depois foi-se embora.

O último padre fez muitas coisas que eram notadas com bom grado nos olhos dos cristãos apesar de nos últimos dias da sua vida ele aparentava-se preocupado e as vezes deprimido e desvanecido de coragem que sempre o acompanhou, parecia se despedir do mundo e queria deixar tudo o que ele aprendeu na terra dos homens e ir somente com a sua alma, ele a cada dia deixava sinal que desaprendia de viver. De Santo Amado, padre Anatnas passou para o desamado padre e no ultimo natal de inicio de 2000 ele encontrou a sua paz depois de ter bloqueado as últimas anotações e lacrado o cofre.

Atitudes de que o sancristão não gostou, mais por não saber todos os segredos da igreja da paróquia, sobretudo do cofre dos padres. Tinham a relação cortada devido aos últimos acontecimentos relacionados com o dinheiro da igreja. Desde a morte do antigo padre Sancristão rezou solicitando a vinda de um padre jovem e sem experiencia para a paróquia, assim a escolha recaiu sobre o jovem Romero. Sancristão que já era de idade avançada e muito desejoso de boas coisas para o seu torão de norte, começou a pedir opinião em forma de manobras de quem queria passar informação de propósito de que já havia um padre para a cidade e que o eleito era um jovem.
Os cristãos da cidade começaram a circular com as informações entre eles e o assunto se inflamou nos ouvidos, nas ruas e becos até a casa do crente mais humilde do bairro, uns ficaram seguros sobre a veracidade da informação e outros menos seguros de acordo com forma e a boca de onde saiam as informações.

- Tudo depende da boca deste povo. Dizia o sancristão antes de expelir qualquer assunto para fora da igreja, são todos vagantes da cabeça.
Dias depois de ter proferido sobre o novo padre o sancristão acabou por confirmar de que realmente o padre que vinha era um jovem e ao mesmo tempo ele instalou ainda mais a pressa nos fiéis em ter e ver o mais novo padre da paróquia.

Havia uma ansiedade para saberem quem era esse jovem Romero que há mais de um mês não se falava na outra coisa a não ser na sua vinda para a cidade de Lafarrata. Quase nada de novo acontecia na cidade de Lafarrata, eram as mesmas pessoas que se encontravam, o presidente da Câmara entrava nas mesmas horas, o banqueiro ainda usava a mesma barba, o vendedor de senha levantava as quatro da madrugada para vender as senhas enquanto os maridos e as crianças guardavam filas a frente do chafariz, a praia do mar ainda tinha aquela autoridade igual ao seu nome e na outra praia ainda suportava mais afluência dos sesnelafarrat, talvez por não ter o nome “presidente” igual a da primeira praia.

Ali as lindas meninas da cidade banhavam, pareciam rosas, no entanto, continuavam as mesmas flores se abrindo nas praça e cobriam o piso da calceta, eram as mesmas pedras das casas, mesmas ruas, e a igreja sempre em destaque a frente da praça, de um lado a Câmara Municipal, Banco e Mercado de peixe, parecia uma cidade de conspiradores e poderosos oficial em permanente reunião, é um requinte colonial lusitana, aquela moda de disposição da cidade está presente na vida das pessoas de muitos urbe do país.

A cidade quando está alegre, fica aparentando com as suas gentes. Enquanto o jovem Romero não chegava, a cada dia as pessoas se juntavam nos finais de semana e faziam limpeza geral de tudo o que podia ser considerada de sujidade e incómodo, inclusive os dementes que invadiam as ruas eram tratados como lixo.

A cidade de Lafarrat sem lixo é triste, quando está limpa fica patenteando a cara do varão que há muito não removia a barba, de cara limpa é estranha. Um lugar constituída por pessoas quietas torna-se sonolenta assim como os lixos até se tornarem (in)úteis com a chegada dos recolectores e recicladores, é preciso reciclar a vida na cidade, muitas vezes a cidade anda morta e de olhos arregalados. 

Isso assusta. Havia dito um poeta morto numa das secções de radio praça que se fazia no tempo de verão, deve ser pura poesia. Qualquer coisa que era feita na cidade era por um fim que vinha por trás, participava sempre aquele grupo de pessoas, já eram conhecidas nas suas limpezas, mas quando chegam ao pé dos lixos se assemelham na cara e no cheiro por dentro e na cabeça.
Uma das poucas vidas da cidade era a presença dos pombos que os fies fizeram a limpeza em nome do folclore e eliminação do azar que o padre português tinha trazido à comunidade. A igreja ficou sozinha no meio do silêncio barulhento dos santos de barro, os santos nas iluminuras com olhares cientes para os acentos e mais barrulho ainda era promovida no domingo pelo sancristão quando celebrava as missas duas vezes ao dia. Os fiéis mais chegados ao sancristão acompanhava a palavra do homem que autoproclamara “padre” em substituição, e os restantes dormiam na presença da imagem de cristo e os quadros santificados que enfeitam a sede católica. De tanto assistirem e acompanharem os padres na igreja já sabiam a missa de cor. O sancristão decorava até virgula. Não se fez de burro, aproveitou a sua oportunidade de sentir o copo de cristo entre as hóstias e um bom gosto de bagos fresco.
 A Cada ano aumentava o número dos fiéis e de grupos religiosos, o vício e gosto de ser católico se praticava desde a tenra idade e é uma obrigação, somente uma obrigação, que passava de mãe para os filhos e raras vezes havia homens que decretavam os filhos a não seguirem tais caminhos.
Eram liderados na maioria das vezes pelas mulheres solteiras, ato que era contra os ideais do antigo padre português, que odiava mulheres solteiras quando comungavam e ou tivessem filhos antes do casamento, como medida não batizavam os filhos e os chamavam de filhos de amancebadas e amancebados.

A cidade além de ter uma boa igreja tem uma das melhores moradias para padres na cidade, além de água quente e fria, na garagem havia dois todo terreno pronto a ser usado pelo próximo padre felizardo que iria substituir o falecido senhor padre Anatnas que era um franciscano que veio de Portugal e esteve mais de cinquenta anos como chefe da diocese de Lafarrat, toda a luxuria que tinha chegado a sua diocese ele se opunha contra, defendendo que os representantes da igreja não deveriam ser também os representantes dos bens materiais, tudo o que ele dizia fazia sentido na perspetiva do nada.

Nunca o povo de Lafarrat tinha sido colérico com qualquer assunto mesmo quando destruíram o primeiro campo de futebol que fez muitos campeões na cidade de Lafarrat, naquele lugar construíram tribunal e uma discoteca, a maioria dos clientes são os jovens alguns és praticantes de futebol, ninguém se ergueu um dedinho mindinho contra aquela medida. Anos depois houve relato de que o pai da Julieta tinha feito um manifesto contra aquela medida que não surtiu qualquer efeito. Julieta naquela época era uma menininha, não lembrava de muita coisa.

Há pouco tempo ela veio da França e se meteu na vida de catolicismo e parece que não quer saber nunca mais da imigração, murmuravam pelos grupos da igreja. Ela era um perigo para os olhos de qualquer homem que se sentia calor e estalo no corpo, poucas pessoas sabiam o que tinha passado com ela na frança antes de ter chegado em definitivo na cidade e se trancou no grupo de legião de Maria e se tornou líder daquelas mulheres e de bíblia no punho, alguma coisa teria ela aprendido com o Marquês de Sade.

As questões que eram mais tratadas nos grupos religiosos naquele momento era a falta que um padre fazia e a demora que a vinda de um para substituir o falecido Anatnas. Mesmo tendo sido avisadas pelo sancristão de que já havia um padre destacado para a diocese mantiveram incrédulas devido a demora e pouca notícia.

Parecia que na igreja se paria mais mentiras do que as verdades, apesar de na cidade ninguém ligar para os feitos e efeitos da igreja desde a sua fundação enquanto seguidores do catolicismo, a maioria delas são suportadas pelo secretismo e ocultismo, cada pedra das igrejas carregam histórias de graça e da desgraça.

Na cidade a Julieta era mais inconformada tendo em conta que já vivera fora e tinha outros conhecimentos, sabia reclamar das coisas, uma das ações que ela tomou foi reunir todos os grupos para reclamarem da presença do padre na cidade passando por cima das palavras do sancristão decidindo eleger um representante que iria apresentar todos os grupos religiosos, a ideia é ir até a cidade capital afim de saber e reclamar da tão demorada ida do novo jovem padre para a cidade.
A escolhida foi a linda, convidaram o sancristão para acompanhar a linda naquela aventura mas ele negou, justificando que estava cansado de ser desrespeitado pelo seu próprio povo. O sancristão falava igual a um político, se referindo ao povo dele se esquecendo dos cristão como diocesanos, sabendo que naquele momento os fieis estavam agindo pela primeira vez como povo e não um bando de carneiro suando aleluia no altar se esquecendo de por a mesa do marido em casa.
Na cidade estavam se preparando para tratarem do assunto do padre na cidade grande. O jovem Romero estava se tratando dos últimos pormenores para se mudar em definitivo para a cidade de lafarrat, qualquer lugar que o Romero entrava ele era notado, falava com todas as pessoas com muita classe e voluntariedade, até com os mendigos na rua, até a ultima senhora presa no engarrafamento da cidade grande. O público gostava de o ver.

Tinha acabado de chegar da universidade em Portugal, passou cinco anos na universidade de Coimbra e cinco no seminário de São José, parecia mais um ator de novela do que outra coisa, as senhoras nas redes socias o descreviam como bonito, alto constituído por uma magreza encantadora mesmo carregando a sua batina, o que mais encantava era o olhar firme e mortífero que ele empregava nas pessoas, todas as manhas fazia ginástica na praia de quebra canela e todas as donas de casa, as meninas e as empregadas domesticas só iam a praia de quebra canela para assistiram o Romero a fazer ginástica e curtindo a sua simpatia e sorriso, quando uma ou outra menina ou uma mulher se tentasse engraçar em excesso ele sempre dizia.

-a minha carne é proibida a qualquer ser vivo a não ser a Deus. O Romero parecia que divertia com as coisas de fraquezas e desejo do corpo e tinha certeza que os homens têm mais interesse pelo proibido do que pelo consentido. Mesmo quando estava trabalhando ou lendo ele ficava pensando na simpatia das pessoas e a ansiedade que as pessoas têm para com o novo adiante deles e ele naquele momento era o novo na cidade a carne nova mas proibida.

-muitas delas devem estar a lamentar e dizer, que desperdício. Resmungava o Romero para ele mesmo num tom convencido e meio narcisista.

Naqueles dias o Romero era o voluntario na biblioteca da igreja principal da cidade onde todo os assuntos das igrejas no país eram tratadas, ele estava gastando os dias para mudar para lafarrat.
Na entrada da igreja havia a presença de uma mulher ainda jovem e preclara por natureza, e com um corpo bem sentada na roupa, despertava atenção dos homens, estava perdida no meio do silêncio daquela imensa igreja, andava de trás para frente e por vezes de frente para trás apreciando a beleza dos vitrais e imagens que enfeitava o interior do edifício sagrado, ouviu uma voz mélico dizendo.
-precisas de ajuda? Ela ficou espantada pelo advento repentino e se recompôs e afirmou com a cabeça que sim, que precisava de ajuda.

-bom dia, eu vim em nome de todos os grupos religiosos da cidade de lafarrat para tratar de um assunto que tem afligido todos nós na cidade. Disse a menina.

- Tão perdida assim dou graças a deus que é só um assunto que trouxeste. Bem o meu nome é Romero, hoje eu estou aqui como voluntario na biblioteca, mas posso ti levar até o responsável por esse tipo de assunto!

-seria fantástico Romero, ah, já agora fica a saber que o meu nome é Linda.
Romero reparou profundamente nos olhos da linda e disse para ele mesmo.
-tu é linda mesmo!

Ele levou a linda até ao gabinete do responsável pelos assuntos diocesanos e não o viu desde então, sem nunca o ter tirado da cabeça, mesmo no dia das cerimónias do seu juramento, ele não tinha tirado a cara da linda da sua cabeça, sempre ciente de que qualquer dia ou menos dia iria esquecer a imagem daquela mulher feito viola.

A pressa na cidade de lafarrat para terem a presença de um padre baseava-se na chegada das festividades do santo padroeiro, queriam ter o próprio padre a celebrar as missas e uma semana antes das festas chegou a cidade o tão aclamado e esperado padre para a felicidade das gentes de lafarrat.
Enquanto o povo se sobejava de alegria por terem um padre jovem, os grupos devotos disputavam entre se uma audiência a fim de irem em primeira mão ter com o jovem padre, todos os grupos religiosos eram lideradas pelas mulheres e todas elas estavam encantadas com a presença de um padre jovem.

O recém-chegado sacerdote já tinha um dia inteiro que não saiu ao encontro da comunidade cristã estando ele reunido com o sancristão a tomar algumas notas referente à cidade, enquanto o sancristão falava da igreja e dos santos que precisavam de ser trocadas ele só pensava na sua santa, a linda.
-senhor sancristão qual é a relação que a igreja tem com as instituições de estado aqui na cidade? Disse o jovem padre.
-a melhor possível senhor padre, a igreja e a Câmara Municipal dão perfeitamente bem, parecem um casal centenário e um jogo de futebol que se repete. As parcerias têm a duração de quatro em quatro anos. A igreja é constituída por atletas e a Câmara apita o jogo, damo-nos tão bem, hehehe, disse o sancristão ironizando.

-ou seja politicamente damos muito bem, controlamos os grupos religiosos que por sua vez controla as comunidades e todo mundo sai ganhando ehehhehe, afirmou o jovem padre rindo.

-senhor padre tem uma última coisa a tratar com o senhor, é que todas as líderes religiosas estão a espera do dia que o senhor vai os receber?
-fala-me delas, disse o padre.

-bem, senhor padre, todas as senhoras dos grupos são devotas e fieis à igreja, apesar de na maioria delas não falarem uma com as outras, mas, falam mal nas costas, todas elas têm talento na arte de triturar umas as outras, melhor mesmo de entre elas é a ex. imigrante da França, ela sim! Ela apesar de nunca mais ter arranjado um marido manteve sempre integra aos seus princípios, ela tem o nome de Linda Julieta.

Ressuscitou um brilho e um espanto na cara do jovem padre quando ouviu o nome da linda, mas não sabia que o ultimo nome era Julieta.

-disseste linda Julieta?
-sim senhor padre a Linda Julieta, ela é mais conhecida por Julieta, foi ela que representou os grupos religiosos a quando da confusão da falta de padre na cidade. Disse o sancristão.
-pois! Me lembro muito bem, disse senhor sancristão. Liga a cada uma delas para encontrarem comigo a tarde depois do almoço na igreja a fim de me apresentar aos cristãos, enquanto isso não acontecer proponho que almoçássemos fazendo companhia um ao outro.

O jovem padre estava cada vez mais envolvido com a imagem da linda e acabou de saber que também ela tem o complemento no nome de Julieta, cada vez mais na sua mente havia pouca imagem das coisas sagradas a não ser o desejo pela carne consagrada das cochas da Julieta, os lábios da Julieta, cada foto da santa que havia na parede daquela linda casa ele confundia com a cara da Julieta, Julieta já habitava em cada célula do jovem padre e na sua consciência havia aparecido mais uma mascara que ele tinha que conviver e entender à custa do celibato e de vida que ele jurou e entregou a deus.

Fim da parte I

Pablo Galina fortes

COMMENTS

Inscreve na nos youtube

Formulário de Contacto

Nome

Email *

Mensagem *

Nome

2MUCH,8,6 crianças na Tarrafal,9,Abraão Vicente,34,Aderito Depina,4,Africa,1,album,51,Alex Evora,19,Alsis Dende,8,Amílcar Cabral,6,Amoransa,16,anedotas,17,Angela,5,Anilton Levy,49,Apollo G,21,Arielson,5,Arte,6,artistasCV,18,August Silva,7,Aventuras di Bubacar,5,Badoxa,12,Basket,16,batuku,42,Beleza,28,Betinho,5,Beto Dias,28,Beto Duarte,12,BigZ Patronato,32,Biografia,116,Black G,17,Blacka,15,BossAC,2,Breve,12,Bruce Semedo,8,c.james,7,Cadillac Ali,6,Calema,6,carros,3,casa do lider,68,Cesaria Evora,9,Cesf,27,comedia,164,contos,56,CRASDT,7,Cremilda Medina,4,Cultiva,11,curiosidade,169,CV,1,CVMA,27,CvTep,13,dança,25,Danilson Pires,9,David Brazao,9,Denis Graças,4,Dentu Moda,17,Desaparecimento,49,Desporto,219,Detroit Kabuverdiano,8,Devil K,7,DG One,5,Dicas,65,Dicla,29,Dino D'Santiago,10,Divas Paris,5,Djam Neguin,7,Djedje,5,djodje,58,Djy Indiferente,35,DNOS,9,documentário,2,Du Marthaz,6,Duelo de Artista,1,Dynamo,15,Economia,4,Edwin,4,Elida Almeida,37,Elji Beatskilla,20,Elly Paris,10,Eloisa,5,Eminem,4,emprego,2,Entrevista,56,Erros nos manuais,7,EtelLopes,17,Evento,265,Expavi,8,FattúDjakité,9,Ferro Gaita,4,Fidjos Di Belo Freire,5,FlowPezoD,6,Fofoca,205,França,114,Fred G HarT,4,Fredked SamBriu,8,Fugi Regra,15,Funana,293,Futebol,96,Ga daLomba,12,garry,22,Gaucho do Bem,45,Ghetto Stars,5,Gil Semedo,17,Grace evora,10,Gracelino Barbosa,12,Gylito,5,Heavy H,5,Helio Batalha,47,Hilário Silva,14,Hip Hop,721,info,2,internacional,139,intimo,14,Isah,13,IUcv,5,IvanAlmeida,2,Ja Diva,16,Jailson,4,JamesTC,5,Jay,23,JCF,16,Jéssica Pellegrini,7,Jimmy,7,Jm Caps,5,JoaoBranco,3,Josslyn,15,Judepina,3,JuntosMusica,18,Kaka D'Lidia,10,Keyla,20,kizomba,315,KMA,7,Komikus Tarrafal,16,Lavvy,13,lejemea,35,Lenira Querido,7,Léo Pereira,19,letras,29,Lippe Monteiro,15,Lisandro,12,Lista10,6,Loony Johnson,19,LoretaKBA,29,Lura,13,Maicam Monteiro,31,Mannó,4,Mario Loff,48,Mario Lucio,12,Marito,8,Mauro Barros,4,MayraAndrade,7,Mentis Kriolu,4,Meteo,1,Miguel Andrade,26,Mika Mendes,11,Miss,15,Mister MC,5,MituMonteiro,3,moda,99,MonteTxota,32,Morena Santana,6,Mota Jr,12,Mudjeris di Bom Sperança,6,Mural Valete,10,musica,774,Myriiam,5,N.I.Abensuod,4,Nandorex,6,Naytchy MG,10,ne jah,25,Nelson Freitas,22,Nelson Junior,3,Neuza,3,Nikess,5,Nissah Barbosa,10,Nittó Destiny,9,Nitto Love,4,opinião,1366,OsmarBrito,1,Papa Rocha,3,pentiados,5,Platão Borges,14,Poema,140,policia,45,Politica,292,Populares da Semana,2,Princezito,11,Projota,12,Promo,67,Puto G,8,Quemé,5,Radio,1,Rahiz,32,Rapaz 100 Juiz,24,Ravidson,4,Ray G Corvo,9,Receitas,12,Ricky Boy,19,RimAsom,6,Ritchaz,8,Romeu Di Lurdis,23,Ruben Lobo,2,Rui,34,S.O.S,3,Samora,2,Sandrine,4,Sara Tavares,4,saude,55,SCV,15,sebah,46,Sem Pressa,7,Sem Truques,7,ShadeB,14,sociedade,969,solidariedade,72,Som di Terra,3,sondagem,2,StevenR,4,Su Boss,5,Surf,7,TACV,44,Tarrafal,214,Taylor Moikano,5,Teatro,7,Tec,11,Tecnologia,14,Thairo Kosta,10,The Profit,31,Tikai,33,Tinho Star,10,TitoParis,2,Tixa,12,To Semedo,15,Tony di Frank,15,Tony Fika,24,Totoloto,6,Trakinuz,4,turismo,5,Ultimas gotas,9,Vado Más Ki Ás,13,VanessaFurtado,8,VannyReis,1,VBG,11,video,2419,Viral VDM,25,Wade Silvino,5,Will Semedo,31,Will.G,4,Wilson e Zidane,3,Yara dos Santos,7,Young Problema,5,Za Preta,8,Ze Badiu,12,ze espanhol,60,Ze pikenu,8,Zé Spritu Guerrero,2,Zubikilla,3,
ltr
item
Dexam Sabi Cabo Verde: Santo Amaro foi aliado de Romero e Julieta
Santo Amaro foi aliado de Romero e Julieta
Santo Amaro foi aliado de Romero e Julieta
https://3.bp.blogspot.com/-VyCrIyGH4BQ/WlSXTCnX_nI/AAAAAAAAW8M/okXxRAp5xG4rEyWQd0YmEUQeT5yIaJ2rwCLcBGAs/s400/santo%2Bamaro.png
https://3.bp.blogspot.com/-VyCrIyGH4BQ/WlSXTCnX_nI/AAAAAAAAW8M/okXxRAp5xG4rEyWQd0YmEUQeT5yIaJ2rwCLcBGAs/s72-c/santo%2Bamaro.png
Dexam Sabi Cabo Verde
http://www.dexamsabi.com/2018/01/santo-amaro-foi-aliado-de-romero-e.html
http://www.dexamsabi.com/
http://www.dexamsabi.com/
http://www.dexamsabi.com/2018/01/santo-amaro-foi-aliado-de-romero-e.html
true
777634241572887542
UTF-8
Loaded All Posts Not found any posts VEJA TODOS Ler Mais Reply Cancel reply Delete By Home PAGES POSTS View All RECOMMENDED FOR YOU LAB ARCHIVE SEARCH ALL POSTS Not found any post match with your request Back Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS PREMIUM CONTENT IS LOCKED STEP 1: Share. STEP 2: Click the link you shared to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy