$hide=404$show=mobile

$hide=404$hide=mobile

A cultura do esforço minimo

Um texto para fazer refletir...

Eu que nasci no ano 1970, sou do tempo em que a escassés de tudo era profunda, portanto, para a satisfação das necessidades básicas da família, as tarefas domésticas eram bem divididas:

Enquanto o pai sai, para a lavoura, pastorícia, pesca, construção ou para a própria emigração, de onde vinha a principal fonte de rendimento, à mãe cabia tomar conta da educação dos filhos e gestão geral dos afazeres domésticos.

Ninguém ousava dizer " não faço"! A disciplina era rigorosa e o respeito era mantido mesmo entre irmãos. Para no final do dia, os animais estarem todos alimentados com o pasto que havia que buscar a quilómetros de distância; os potes e bidões abastecidas com a água das nascentes, chafarizes ou poços que quando não cabia sorte de estar perto de casa, a distância chega a ser superior a dez quilometros; a lição para a escola do dia seguinte preparada, a casa limpa a cinza do fogão de pedra deitada fora; a lenha do dia seguinte pronta para aquecer a cachupa para o quebra jejum.

Quando vinha o tempo das águas a rotina de trabalho mudava completamente. Ninguém amanhecia na cama. O sol apanhava as famílias no campo, desde a sementeira às mandas e nestes intervalos cabia às crianças, que normalmente nos encontrávamos de férias, ajudar os espantálhos a afastar as pragas maiores: Galinha do mato (pelada) , corvo (em extinsão) e macaco.

Assim, minha geração cresce e hoje somos quase cinquentões. Vários poderam concluir o ensino básico, alguns continuaram o Liceu - no único que havia na ilha de Santiago, "Domingos Ramos"-, poucos foram à universidade e hoje todos temos a dignidade e o orgulho de ter pertencido a uma geração que ganhou a cultura do trabalho e incorporou em si a Consciência de que a vida deve ser ganha com suor e sacrifício. Independentemente da profissão que abraçamos ou do nível social que as regras da sociedade ditar. O certo é viver do nosso trabalho com honestidade, responsabilidade e espírito de que a cada dia deixamos nossa contribuição para o crescimento da comunidade e em troca sermos compensados com o justo salário.

Hoje que somos pais, ao olharmos para a geração de nossos filhos, nos perguntamos: o que será desta nação e da produção, quando ficarem sozinhos com a sua cultura do esforço mínimo? Desejando ter carros bonitos, Sapatilhas da marca cara, os melhores telemóveis e uma suite na praia, dormindo até às dez da manhã, copiando todo o conteúdo do trabalho académico na Internet, levando cábulas para os testes e não se importando com a forma de ganhar a vida de seus pais!

Estará bem assim? Ou ajustes precisam ser feitos?

Nos próximos 20 anos, seguindo a lógica da nossa esperança de vida, minha geração começa a morrer. E dentro de quatro décadas, já teremos desaparecido. Este é o tempo que temos para reverter a situação, caso contrário, depois de nós, outros povos, voltarão a colonizar nossos filhos. Pois, o trabalho foi, é e será sempre a base da riqueza e do poder.

Quem não trabalha é miserável e será escravo daquele a quem Deus deu o previlégio de desafiar os limites de sua capacidade e produzir para si e para os seus.

Paulo Varela

COMMENTS

Inscreve na nos youtube

Formulário de Contacto

Nome

Email *

Mensagem *

Nome

6 crianças na Tarrafal,9,Abraão Vicente,33,Aderito Depina,4,Africa,1,album,51,AlexEvora,18,Amoransa,15,anedotas,14,Angela,5,Anilton Levy,47,Apollo G,12,Arte,6,artistasCV,18,August Silva,6,Aventuras di Bubacar,5,Basket,14,batuku,39,Beleza,25,Beto Dias,27,Beto Duarte,12,BigZ Patronato,28,Biografia,112,Blacka,13,BossAC,2,Breve,12,c.james,7,carros,3,casa do lider,68,Cesaria Evora,9,Cesf,24,comedia,150,contos,55,CRASDT,7,Cremilda Medina,4,Cultiva,11,curiosidade,163,CV,1,CVMA,27,CvTep,12,dança,23,Danilson Pires,9,Denis Graças,4,Dentu Moda,17,Desaparecimento,43,Desporto,211,Detroit Kabuverdiano,8,Devil K,7,Dicas,65,Dicla,27,Dino D'Santiago,10,Divas Paris,5,Djedje,4,djodje,56,Djy Indiferente,34,documentário,2,Du Marthaz,6,Duelo de Artista,1,Dynamo,14,Economia,3,Elida Almeida,37,Elji Beatskilla,13,Elly Paris,9,emprego,1,Entrevista,53,Erros nos manuais,7,EtelLopes,17,Evento,251,Expavi,8,FattúDjakité,8,Ferro Gaita,4,Fidjos Di Belo Freire,5,FlowPezoD,6,Fofoca,200,França,111,Fredked SamBriu,8,Fugi Regra,15,Funana,273,Futebol,93,Ga daLomba,11,garry,21,Gaucho do Bem,41,Ghetto Stars,5,Gil Semedo,15,Grace evora,9,Gracelino Barbosa,12,Gylito,5,Heavy H,5,Helio Batalha,44,Hilário Silva,13,Hip Hop,674,info,2,internacional,133,intimo,14,Isah,13,IUcv,5,IvanAlmeida,2,Ja Diva,14,Jailson,4,JamesTC,5,Jay,23,JCF,14,Jéssica Pellegrini,7,Jm Caps,5,JoaoBranco,3,Josslyn,15,Judepina,3,JuntosMusica,15,Kaka D'Lidia,10,Keyla,20,kizomba,307,KMA,7,KomikusTarrafal,14,Lavvy,9,lejemea,32,Lenira Querido,7,Léo Pereira,15,letras,29,LippeMonteiro,9,Lisandro,10,Lista10,6,Loony Johnson,18,LoretaKBA,21,Lura,13,Maicam Monteiro,28,Mannó,4,Mario Loff,48,Mario Lucio,12,Marito,8,Mauro Barros,4,MayraAndrade,7,MBS,4,Mentis Kriolu,4,Miguel Andrade,26,Mika Mendes,10,Miss,14,Mister MC,5,MituMonteiro,2,moda,95,MonteTxota,32,Morena Santana,5,Mota Jr,10,Mural Valete,10,musica,548,Myriiam,5,N.I.Abensuod,4,Nandorex,6,Naytchy MG,10,ne jah,22,Nelson Freitas,21,Nelson Junior,3,Neuza,3,opinião,1282,OsmarBrito,1,Papa Rocha,3,pentiados,5,Platão Borges,13,Poema,130,policia,37,Politica,279,Populares da Semana,2,Princezito,9,Projota,11,Promo,64,Quemé,4,r100j,17,Radio,1,Rahiz,31,Ravidson,4,Ray G Corvo,9,Receitas,12,Ricky Boy,18,RimAsom,5,Ritchaz,8,Romeu Di Lurdis,21,Ruben Lobo,2,Rui,34,S.O.S,3,Samora,2,Sandrine,4,Sara Tavares,4,saude,55,SCV,15,sebah,46,Sem Truques,7,ShadeB,13,sociedade,896,solidariedade,58,Som di Terra,3,sondagem,2,StevenR,4,Surf,7,TACV,41,Tarrafal,207,Taylor Moikano,5,Teatro,7,Tec,11,Tecnologia,11,Thairo Kosta,10,The Profit,30,Tikai,33,Tinho Star,10,TitoParis,2,Tixa,8,To Semedo,15,Tony di Frank,15,Tony Fika,21,turismo,5,Ultimas gotas,9,Vado Más Ki Ás,13,VanessaFurtado,8,VannyReis,1,video,2162,Viral VDM,22,Wade Silvino,5,Will Semedo,20,Will.G,4,Wilson e Zidane,3,Yara dos Santos,5,Young Problema,5,Za Preta,8,Ze Badiu,11,ze espanhol,57,Ze pikenu,8,Zé Spritu Guerrero,2,Zubikilla,3,
ltr
item
Dexam Sabi Cabo Verde: A cultura do esforço minimo
A cultura do esforço minimo
Um texto para fazer refletir...
https://4.bp.blogspot.com/-DBYLErswkIQ/WpCeiNaYHbI/AAAAAAAAYL0/3Uc2nwYLxiYzYT7nUJwh3NACzLrEdaZegCLcBGAs/s400/paulo%2Bvarela.jpg
https://4.bp.blogspot.com/-DBYLErswkIQ/WpCeiNaYHbI/AAAAAAAAYL0/3Uc2nwYLxiYzYT7nUJwh3NACzLrEdaZegCLcBGAs/s72-c/paulo%2Bvarela.jpg
Dexam Sabi Cabo Verde
http://www.dexamsabi.com/2018/02/a-cultura-do-esforco-minimo.html
http://www.dexamsabi.com/
http://www.dexamsabi.com/
http://www.dexamsabi.com/2018/02/a-cultura-do-esforco-minimo.html
true
777634241572887542
UTF-8
Loaded All Posts Not found any posts VIEW ALL Readmore Reply Cancel reply Delete By Home PAGES POSTS View All RECOMMENDED FOR YOU LAB ARCHIVE SEARCH ALL POSTS Not found any post match with your request Back Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS PREMIUM CONTENT IS LOCKED STEP 1: Share. STEP 2: Click the link you shared to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy