$hide=404$show=mobile

Respira fundo e veja o que RaHiz disse sobre Cabo Verde Music Awards

"Interpretei que o Objectivo central era o oportunismo disfarçado de serviço publico, uma excelente jogada de procura e oferta, fazer o que ninguém havia feito exaltando o ego da materialização do mesmo."

Um dia um mais velho meu me disse "Não mudes por modas porque a história de um povo é contada pela arte que o identifica e como artista e criativo que és o teu dever é de relatar os tempos que vives".

Cresci e ouvi uma artista activista por nome de Nina Simone Afirmar que a arte de um povo o Situa no Tempo, explica as mentes desse tempo, os Princípios e Valores desse mesmo povo.
Na escola aprendemos sobre o passado do mundo através da escrita, do conto, do canto, da pintura, da arquitetura e muito da nossa história africana hoje é contada pelos outros.

Cabo-verde é provavelmente a mais nova nação do mundo e o seu povo o resultado da mistura de vários povos do mundo.
Um arquipélago na costa da África Ocidental, um paraíso no meio do atlântico, mas na sua historia passada real cabo-verde era um ponto importante para a rota comercial de escravos de onde partiram muitos irmãos/ãs para nunca mais voltar.
Estavam entregues á mão daqueles que se passando por deus tinham poder sobre as suas vidas e o poder da narrativa.
Na Minha primeira experiência com o Cabo Verde Music Awards eu deparei com situações que achei por direito intervir na hora, fi-lo porque eu sou assim, fi-lo por ser um apaixonado pelo que faço, fi-lo porque acredito em justiça e mais ainda acredito que para que todos avancemos em direção ao melhor todos temos de participar no debate que pode promover isso.
Nunca tive muito jeito para graxas e fingimentos, um homem que é um homem respeita qualquer outro, independentemente do seu estatuto, credo, religião, sexo, etnicidade ou origem e da mesma forma um homem que é um homem apenas teme a força criadora.

Amo e valorizo o que sou e foi-me dito por várias pessoas inclusive pela pessoa que hoje é a Cara do evento ( Cvmas ) que a minha intervenção e tudo o que isso envolveu poderia futuramente prejudicar na divulgação e promoção do meu trabalho em Cabo Verde relacionado com o evento, felizmente o mundo é bem maior.

Ali estava eu filho de cabo-verdianos nascido e criado em portugal, habituado a ouvir numa sociedade racista que não podia falar mesmo que com razão a ouvir o mesmo na terra em que pensei ter a liberdade de ser eu.
Sempre fui um filho que dentro daquilo que faz procurou promover a sua cultura, defendeu o seu povo e sempre lutou com as armas que tem para limpar a imagem que a sociedade tem dos jovens como eu.
Era a primeira vez que participava em algo na terra que viu meus pais nascerem, meu povo que tanto em minha arte defendo e exalto.
Senti a tática de opressão e censura da liberdade de expressão vinda de pessoas do mesmo povo que por defende-lo em portugal também sofro o mesmo tipo de censura e opressão.
Acredito que saber é sabedoria, esta não a ganhas nos livros, a maior escola é a vida e o mundo.
Aquele que observa o mundo e vive a vida com atenção, humildade e respeito para aprender mais de si mesmo, encontra as respostas para muito mais do que qualquer livro poderá conter.

Quem nunca errou?
Até existem aqueles que fartaram-se de errar mas ainda vivem para corrigir.
Aprendi que na vida com o tempo a mais vil intenção pode mudar e que quem realmente ama acaba por perdoar.
Não guardei qualquer Rancor da atitude do Cabeça do Evento porque na verdade cada um vê o mundo no seu ângulo e os óculos da realidade exigem duas regras, uma vez postos nunca os podes tirar e não podes exigir ninguém a usa-los.
Senti por experiência própria que o objectivo do Cvmas naquele momento não era o de promover a arte porque quem se preocupa com a arte escuta o artista, procura entender o artista, respeita o artista e não censura a sua arte.

Interpretei que o Objectivo central era o oportunismo disfarçado de serviço publico, uma excelente jogada de procura e oferta, fazer o que ninguém havia feito exaltando o ego da materialização do mesmo.
Sim constatei que o objectivo era o de criar as condições de promover o feito e liga-lo a alguém, servindo como posicionamento politico social.
O bicho Homem e o seu Ego.

Quem trabalha com arte não deveria bloquear a progressão da arte de outro, mentes elevadas escutam criticas, incentivam e apoiam o debate sem oprimir quem contraria.
Mentes elevadas fazem a triagem das opiniões e constroem melhor agradecendo a participação de todos os que se manifestam, certo ou errado.

Depois desse episódio fui nomeado mas desta vez noutras dinâmicas, por ditos motivos económicos do evento, por não ser relevante para os júris o suficiente ou por saberem que á priori não iria ganhar, as condições não foram propostas para estar presente fisicamente.

Até ai entendo mas nesse mesmo ano ganhei o evento African Entertainment Awards como melhor artista de hiphop africano nos estados unidos o que poderia por mérito merecer uma actuação no Cvmas, ou a simples presença no evento numa demonstração de apoio e orgulho pelo feito.

Não me faço a festas que não sou convidado, então fiquei calado embora esta seja uma festa da cultura africana e pela cultura tenha trazido mais um trofeu para casa que deveria ser celebrado.
Um bom pai não tem filhos preferidos mas á muito que noto que dentro da cultura cabo-verdiana existem os filhos queridos e os filhos bastardos, tática deixada pelos colonos não tivesse o império português ter usado no passado muitos de nós para ajudar a oprimir o nosso povo.

Entre outras manifestações do chefe do Evento percebi que talvez se trate de um problema pessoal, sim uma especie de black balled como se diz nos estados unidos, uma birra de um ou de um grupo de pessoas adultas que se acham no poder de decidir quem merece ser celebrado nesse evento que diz celebrar a cultura cabo-verdiana ou não.

É interessante estar numa especie de lista negra de outros irmão negros porque simplesmente sou pelo meu povo e pela minha cultura, pela justiça, anti opressão, anti censura e anti culto ao homem.
Mais interessante é ter visto colegas que em cabo-verde se comportaram com desrespeito na forma como lidavam com gente da organização e até seu povo, vedetismo burro e que igualmente não foram para listas negras.

O importante é ficar calado, em qualquer lugar do mundo o poder sem mérito é sensível e só é poder porque promove o medo.
Hoje nós os africanos temos o poder de mudar a forma como o mundo nos vê e para isso teremos de fazer mais e melhor, não basta desculpar que pelo menos fazemos algo, não, hoje temos a capacidade de fazer melhor mas para isso orgulhos e egos deverão ser domados porque um povo que tem de lutar pelo mundo e ainda entre si é um povo debilitado.
Parecemos um corpo bonito por fora cheio de doenças por dentro, entre nós o amor verdadeiro escasseia e o respeito deixou de existir.
Nenhum homem pode estar melhor que o seu povo, a ilusão da inclusão confunde muitos, a sede de poder e o que isso envolve tem proibido o avanço duma africa solida, uma africa que é de todos os africanos para todos os Africanos.
Nenhum ser que não se autocrítica evolui, sim sem critica, positiva ou negativa é impossível progressão.

Felicito e defendo a iniciativa do evento Cvmas mas a mesma iniciativa precisa de ser executada com humildade, os envolvidos precisam compreender profundamente que não se pode monopolizar a cultura africana, africa nunca se porá de pé se insistirmos em gerir os interesses de nossos países africanos como interesses individuais ou de grupos.
Não se manipula a cultura, no seu tempo o tempo falará do tempo em que alguém o tentou fazer e todos os que tentaram ficarão lembrados pela negativa.
De uns a história falará, de outros serão contados historias mas na arte e na cultura se encontrará a verdade dessa mesma história que incluiu todos, até os de listas negras.

Qual a verdade contada hoje?
É esta gente que repetidamente vamos exaltando e galardoando, a sua arte retrata o que se passava com o seu povo?
Era só festas e paixões, ostentação e luxo o que vivia o povo?
Onde se encontrará a verdade sobre o que se vivia?
Nos relatos de milhões de Views clicados pelo povo, que tornavam populares artistas com uma mensagem onde se refugiava uma maioria porque viviam na pobreza, conflito de identidade, sem emprego, sem futuro e tinham uma educação pobre?
A pobreza é um estado de espirito, a verdadeira riqueza é saber.
A sociedade, principalmente a juventude sem poder sonhar com o seu futuro, sonha através de videos e musicas que os vendem imagens de sonho do seu presente em troca de clicks e views.
O sacrifício da maioria para o capricho e beneficio de alguns é o que vejo.

Lia que os números não mentem, hoje digo que todos sabemos que os números mentem e o homem mais ainda, mas ainda assim vivemos com a sabura da mentira e ilusão porque a verdade requer maturidade, elevação, e como povo somos jovens, como povo ainda somos muito imaturos.
A juventude precisa de liderança, mas homens em lugar de poder se comportam como filhos únicos e seu novo brinquedo, brinquedo esse hoje vejo sendo a cultura, o mais importante da identidade dum povo.
Como Africano que sou amo o meu povo, amando o meu povo aprendi que somos um que vive numa sociedade que nos oprime e sigo os ideais daqueles que nos “libertaram” das correntes do colonizador que com suas vozes fortaleceram espíritos e mentes que nelas encontrarem a auto-estima e o amor-proprio perdido devido a séculos de escravatura.

Hoje vivemos num mundo que promove o vazio, em que as identidades estão fundidas e diluídas, onde o modelo a seguir é um caduco que tem como objectivo, poder e controlo, onde usa tudo o que pode para dividir e conquistar para prolongar o seu Domínio Colonizador.
Vivemos com um medo geral, tememos o poder que sempre nos subjugou séculos, censurou gente nossa que se opôs ao poder estabelecido.
Assassinou aqueles que nos libertaram e hoje, hoje entre nós tememos as lobbies que com gente nossa fingindo se preocupar com o todo oprimem também aqueles dentro do seu povo, que exercendo o seu direito e vestidos de orgulho real tentam manter o exercício que grandes como Amilcar Cabral em varias palestras nos motivou todos a seguir.

A nossa musica é parte importante da nossa cultura e arte, dentro dela o conteúdo e essência dum povo, as iniciativas que a promovem hoje tendem a tentar enquadrar nos padrões do ocidente onde a quantidade é o objectivo, onde os Views e os Clicks definem a mente duma sociedade e não a qualidade, o conteúdo é sacrificado por aqueles que em pretenção de copiar o poder do opressor usam as mesmas Táticas sob sua gente para o mesmo Propósito de Domínio e Controlo.

Sacrificamos a cultura pelo estatuto, poder ou situação económica, deixamos que as condições do momento definam quem realmente somos.
Nos atropelamos, individuos vendem o que é de todos e impossibilitam a união, sim somos nós a fazer isso hoje.
Somos Vitimas das circunstâncias em vez de senhores do nosso destino, falta-nos as condições monetárias para fazer-mos um pouco melhor porque de verdade não estamos explorando ao máximo nossas potencialidades utilizando todos e todas as mais valias que temos.
Não estamos abertos a todas as sugestões, existem formas de se fazer mais e melhor, não o conseguimos porque não interessa solidificar a comunidade, promover a cultura, o orgulho africano e erguer o seu povo mas sim dar poder a grupos que a titulo pessoal seguem agendas que seu foco nada têm a ver com a cultura e o Futuro dos países africanos como um todo.

Sempre e para sempre uma guerra de Egos, onde monopolizamos culturas para beneficio de grupos e pessoas que despidas de essência, despidos de Orgulho daquilo que realmente são, são Movidos por objectivos cegos individuais que mais demonstram a insegurança de seu intelecto, sim porque sábios sabem que para chegar rápido o fazemos sozinhos mas que para chegar longe precisamos de estar juntos.
O poder está na maioria e no ampliar das reais mais valias do nosso povo e cultura, a riqueza está nas pessoas.
O futuro da identidade de muito daquilo que representa os povos e a cultura africana é para sempre incerto porque ainda hoje que já pertence ao futuro o poder se ausenta de responsabilidade colectiva e veste-se de visão individual, sim porque a minha mãe sempre me disse que com o talento vem a responsabilidade e com o poder vem o dever.

Hoje Substituímos talento por poder, poder Mediático, poder popular que mesmo despido de Princípios e valores se promove como o representativo de um todo, todo esse que não parece ter voto na matéria, todo esse que é ignorado, todo esse que é o povo e sua identidade, identidade essa impingida por um grupinho de pessoas.
A gente é o povo e sem povo não tem gente, sem povo não há cultura, sem cultura não há musica.

Hoje o primeiro filme da Marvel Celebrando a Cultura Africana Bateu recordes, sim porque existe beneficio em preservar a nossa cultura na sua pura Essência, mas quem a explora?
O lucro de a explorar tem beneficiado todos menos o povo.
Existe beneficio em primeiramente preservar, assegurar e proteger realmente o que é nosso não só para a fotografia e os bolsos do poder estabelecido, mas também em profundidade, essência, conteúdo e valor fundindo o passado e o presente mas preservando o melhor dos dois tempos.
Não precisamos mudar mas sim melhorar me dizia um mais velho meu.

Li dum supremacista do Século passado que a Africa sem os Africanos seria o Paraíso para os caucasianos, entende quem pode.
A subliminal é interessante, sim eu interpreto que africa sem os africanos é uma Africa sem identidade e cultura africana, africa sem identidade africana é o paraíso dos usurpadores e ladrões.

Mas quem sou eu?
Sou um zé ninguém que se intitula de Rahiz, que com musica, escrita e voz tenta ser um artista do seu tempo e relatar os tempos que vive.
Certo ou Errado este é o meu contributo e talvez alguém leia isto muito depois de eu cá não estar e se situe no tempo.

RaHiz

COMMENTS

Inscreve na nos youtube

Formulário de Contacto

Nome

Email *

Mensagem *

Nome

2MUCH,8,6 crianças na Tarrafal,9,Abraão Vicente,34,Aderito Depina,4,Africa,1,album,51,Alex Evora,19,Alsis Dende,9,Amílcar Cabral,6,Amoransa,16,anedotas,19,Angela,5,Anilton Levy,50,Anny,5,Apollo G,22,Arielson,6,Arte,7,artistasCV,18,August Silva,8,Aventuras di Bubacar,6,Badoxa,12,Basket,16,Batchart,3,batuku,42,Beleza,29,Betinho,6,Beto Dias,28,Beto Duarte,12,BigZ Patronato,33,Biografia,120,Black G,18,Blacka,15,BossAC,3,Breve,12,Bruce Semedo,8,c.james,7,Cadillac Ali,7,Calema,6,carros,3,casa do lider,68,Cesaria Evora,9,Cesf,28,comedia,173,contos,56,CRASDT,7,Cremilda Medina,5,Cultiva,11,curiosidade,172,CV,1,CVMA,27,CvTep,13,dança,26,Danilson Pires,9,David Brazao,9,Denis Graças,4,Dentu Moda,17,Desaparecimento,52,Desporto,225,Detroit Kabuverdiano,8,Devil K,8,DG One,5,Dicas,66,Dicla,29,Dino D'Santiago,10,Divas Paris,5,Djam Neguin,7,Djedje,5,djodje,60,Djy Indiferente,38,DNOS,9,documentário,2,Du Marthaz,7,Duelo de Artista,1,Dynamo,16,Economia,4,Eddu,16,Edwin,4,Elida Almeida,37,Elji Beatskilla,23,Elly Paris,11,Eloisa,5,Eminem,5,emprego,3,Entrevista,58,Erros nos manuais,7,EtelLopes,18,Evento,275,Expavi,8,FattúDjakité,9,Ferro Gaita,4,Fidjos Di Belo Freire,5,FlowPezoD,6,Fofoca,207,França,114,Fred G HarT,4,Fred G-HarT,3,Fredked SamBriu,8,Fugi Regra,15,Funana,304,Futebol,99,Ga daLomba,12,garry,22,Gaucho do Bem,45,Ghetto Stars,5,Gil Semedo,17,Grace evora,10,Gracelino Barbosa,12,Gylito,5,Heavy H,5,Helio Batalha,47,Hilário Silva,14,Hip Hop,758,info,2,internacional,140,intimo,15,Isah,13,IUcv,5,IvanAlmeida,2,Ja Diva,16,Jailson,4,JamesTC,5,Jay,23,JCF,16,Jéssica Pellegrini,7,Jimmy,7,Jm Caps,5,JoaoBranco,3,Josslyn,15,Judepina,3,JuntosMusica,18,Kaka D'Lidia,10,Keyla,20,kizomba,327,KMA,7,Komikus Tarrafal,16,Lavvy,13,lejemea,36,Lenira Querido,7,Léo Pereira,26,letras,30,Lippe Monteiro,15,Lisandro,12,Lista10,6,Loony Johnson,20,LoretaKBA,31,Lura,13,Maicam Monteiro,31,Mannó,4,Mario Loff,49,Mario Lucio,13,Marito,8,Mauro Barros,4,Mayra Andrade,10,Mentis Kriolu,4,Meteo,1,Miguel Andrade,26,Mika Mendes,11,Miss,15,Mister MC,5,Mito Kaskas,15,MituMonteiro,3,moda,102,MonteTxota,32,Morena Santana,7,Mota Jr,13,Mudjeris di Bom Sperança,6,Mural Valete,11,musica,891,Myriiam,5,N.I.Abensuod,4,Nandorex,7,Naytchy MG,10,ne jah,26,Nelson Freitas,22,Nelson Junior,3,Neuza,3,Nikess,5,Nissah Barbosa,10,Nittó Destiny,10,Nitto Love,4,opinião,1409,OsmarBrito,1,Papa Rocha,3,pentiados,5,Platão Borges,15,Poema,142,policia,45,Politica,296,Populares da Semana,2,Princezito,11,Projota,12,Promo,67,Puto G,8,Quemé,5,Radio,1,Rahiz,32,Rapaz 100 Juiz,25,Ravidson,4,Ray G Corvo,9,Receitas,12,Ricky Boy,19,RimAsom,6,Ritchaz,8,Romeu Di Lurdis,24,Ruben Lobo,2,Rui,34,S.O.S,3,Samora,2,Sandrine,4,Sara Tavares,5,saude,56,SCV,15,sebah,46,Sem Pressa,9,Sem Truques,7,ShadeB,14,SiBi,11,sociedade,995,solidariedade,75,Som di Terra,3,sondagem,2,StevenR,4,Su Boss,5,Surf,7,Sussu MT,7,TACV,44,Tarrafal,215,Taylor Moikano,5,Teatro,7,Tec,11,Tecnologia,16,Thairo Kosta,10,The Profit,34,Tikai,33,Tinho Star,10,TitoParis,2,Tixa,13,To Semedo,15,Tony di Frank,15,Tony Fika,24,Totoloto,6,Trakinuz,4,turismo,5,Ultimas gotas,9,Vado Más Ki Ás,13,VanessaFurtado,8,VannyReis,1,VBG,11,video,2539,Viral VDM,27,Wade Silvino,5,Will Semedo,32,Will.G,4,Wilson e Zidane,3,Yara dos Santos,10,Young Problema,6,Za Preta,8,Ze Badiu,12,ze espanhol,60,Ze pikenu,8,Zé Spritu Guerrero,2,Zubikilla,3,
ltr
item
Dexam Sabi Cabo Verde: Respira fundo e veja o que RaHiz disse sobre Cabo Verde Music Awards
Respira fundo e veja o que RaHiz disse sobre Cabo Verde Music Awards
"Interpretei que o Objectivo central era o oportunismo disfarçado de serviço publico, uma excelente jogada de procura e oferta, fazer o que ninguém havia feito exaltando o ego da materialização do mesmo."
https://2.bp.blogspot.com/-EMHniix278M/WrRTfRfNeRI/AAAAAAAAZPQ/7XyVy8dl2zoZhSlYP6HfTTSJdzkWQxSjACLcBGAs/s400/rahiz%2Bcvma.jpg
https://2.bp.blogspot.com/-EMHniix278M/WrRTfRfNeRI/AAAAAAAAZPQ/7XyVy8dl2zoZhSlYP6HfTTSJdzkWQxSjACLcBGAs/s72-c/rahiz%2Bcvma.jpg
Dexam Sabi Cabo Verde
http://www.dexamsabi.com/2018/03/respira-fundo-e-veja-o-que-rahiz-disse.html
http://www.dexamsabi.com/
http://www.dexamsabi.com/
http://www.dexamsabi.com/2018/03/respira-fundo-e-veja-o-que-rahiz-disse.html
true
777634241572887542
UTF-8
Loaded All Posts Not found any posts VEJA TODOS Ler Mais Reply Cancel reply Delete By Home PAGES POSTS View All RECOMMENDED FOR YOU LAB ARCHIVE SEARCH ALL POSTS Not found any post match with your request Back Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS PREMIUM CONTENT IS LOCKED STEP 1: Share. STEP 2: Click the link you shared to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy