Novidades$show=404$type=carousel=hide$count=6

$hide=404$show=mobile$show=post

A morta e os dois irmãos - Mario Loff

A noite, cada mulher deveria estar com os companheiros, não é desejar muito, sentir a noite a passar bem protegida

 A morta e os dois irmãos.

O que nos vale na vida e que nunca acaba é o nosso nome. Ele é repassado a outra pessoa, mas o nosso corpo não. O nosso físico acaba. Menininha era uma dessas frondosas mulheres que no seu tempo fez das suas como pôde, o tempo teve sempre com ela a bem e mal, a ferro e fogo. 

Há muito tempo doente, e no final da vida finalmente encontra um amigo para falar o que lhe sempre saltou na cabeça e foi residir na alma, está pronto para sair em repouso, nos ouvidos do doutor e do companheiro que espera se despedir e desta vida. 

Despedidas na ora da morte, nunca é a nossa raça, é um até nunca mais. Revelar segredos na ora da partida tem os seus significados e desassossegos, espera ela que o marido entenda o que sucedeu nos erros que deram no tempo que poderiam desejar e pecar. Nem famílias da ilha foi trazida, talvez já não lembram mais dela, a única marca é a variante da língua que conserva em cada palavras que carrega e faz a questão de falar finamente para distanciar da variante da ilha de Santiago.  

Está no derradeiro dia da sua vida e resolve contar ao parceiro a dúvida que ficou no seio da população, sobre o ato indecoroso praticado quando resolveu deixar o marido dias depois de ter casado, julgando que não é mulher de ficar à espera de um homem que faz da imigração o meio para tudo. 

Ela crua e nova fica fintando a noite cheia de desejos à espera de um marido imigrante, na casa do pai do cônjuge e irmãs e irmãos, onde calejava a palma da mão sem reclamar o trabalho duro de sol a sol. 

A noite, cada mulher deveria estar com os companheiros, não é desejar muito, sentir a noite a passar bem protegida, mulher nova não despensa o trabalho de gastar o corpo, basta que esteja protegida com o seu ser ao lado, mesmo que tenha cara carregada, por que um homem do interior não se exige outra coisa senão a sua cara fechada e desejo que derrubara  a terra, e fazer filhos para provar a vizinhança e amigos de que a sua senhora é mulher para  a vida inteira, mesmo não querendo ser essa mulher, há que aceitar o destino. 

O amado se encontra longe e a cama larga não pode suportar um corpo novo sozinho e muito comentada pelo povo quando a acha uma mulher ardente e riscos elevados quando veste uma saia brexa brexa. Se convenceu que é um perigo, e o perigo o atingiu. Caiu em tentação de praticar o ato carnal. Podemos viver como queremos, e respiramos fragâncias do céu e inferno, nascemos de num leito e por lá haveremos de terminar, caso o momento terminal o permita. 

O médico fez o sinal ao enfermeiro de plantão para chamar os restantes familiares para se despedirem, porém, foi-lhe entregue um envelope que abriu à frente da enferma, ali se encontra há mais de um ano para as frequentes rotinas de medicação, análises e conversas sobre o fim da vida com o médico.

-Então doutor, saiu desta vez?

O médico leu o conteúdo no envelope e deu com a cabeça.

-Sim, saiu, é para esta semana, daqui a quatro dias tenho de estar na outra ilha, a minha ilha. 

-Oooh, que alegria doutor, é a melhor notícia que poderia ouvir nestes meus últimos dias. Voltar a nossa ilha.

-Não fale isso Menininha, ninguém sabe quem parte primeiro, eu posso ir antes de ti, ninguém sabe do dia de amanhã. Além do mais, somos patrícios.

-Doutor olha para mim, acabou o meu corpo, ainda me resta uma porção de fôlego para despedir-me de algumas pessoas, nesses dias que me faltam. Mas, doutor, você está com a vida pela frente. 

O médico observou a paciente bem de perto, com outro olhar, um olhar de homem sem a bata branca. 

-Você parece que era tão cheia de charme e devoradora dos olhos e corações. 

-Doutor, olha o meu estado, eu estou acabada, nem me permito sonhar, essa doença me comeu até a raiz e morada dos sonhos, pelo menos não me impede de lembrar o que me aconteceu no passado doutor, o senhor fala assim, no entanto, não poderei confirmar isso. Sou é uma grande desgraçada, quando se é nova e o nosso corpo pode ser visto e admirado permitimos alguns pecados e sacrifícios pela conta do amor, mas mulher que é mulher, mesmo sendo casada, gosta de ser desejada só para revidar e mostra em birras que finalmente encontrou a aparente paz. No fundo, estando  a fazer compras, andando na praça, chegando ao trabalho, passando a frente de um segurança jovem dessas empresas que pagam pouco, estando nos concertos, nos desacertos da vida pensam na paz e no inferno que poderia ser com outro corpo sem ninguém saber. Eu acho que nós apaixonamos todos os dias enquanto envelhecemos por nossos companheiros e pelos outros que cruzamos na vida, acho normal, é preciso encarar a realidade, os seres humanos se atraem, traem e pecam. 

-Valha-me Deus, não fala isso, mulher.

Tossiu longamente a mulher prostrada, sem força nenhuma, na cama e segurada pelo médico, depois recuperou o fôlego e observou o jovem médico a sorrir.

-Tu és tão puro, e nem sabes nada de mim, às vezes lhe aparecem santos à frente num consultório, outras vezes lhes aparecem outras encarnações à vossa frente, cada um com as suas frustrações, cada um com as suas dores, cada um com seus diabos, uns têm a doença do céu e outros com a doença dos infernos, e eu com a doença dos homens, mas, acho que depois disso, eu desenvolvi a minha própria doença.

-Que doença é essa? 

Perguntou o doutor.

-É estar viva neste momento, quando todos me querem morta sem saber, doutor.

-Como assim? O que fizeste, minha amiga? Porém, digo-te, morremos todos com a ideia de irmos para os dois lugares como se o bem e o mal tivessem casa própria e vocês nunca se importam de quem são, só fazem o que tem que ser feito, talvez no fundo o maior médico seja aquele que nos cura os males da alma, até pode ser ele, aquele chamado de Deus. 

Por essas palavras terminou de falar o doutor. 

-No fundo, uma mulher com a necessidade, também deve praticar o que deve ser feito, mas, doutor não estás apaixonado por mim, pois não? 

Brincou a doente, sorrindo com muita dificuldade para desanuviar o ambiente de diálogo tristemente criativo que se desenvolveu, e ignorou as perguntas do doutor. 

O médico sorria enquanto anotava o papel na placa na sua mão e depois sentou-se na ponta da cama da paciente. 

Carinhosamente a mão da Menininha acaricia a mão do médico que o observa fixamente, os dois em silêncio como se a frase conhecida, “assim como na hora da nossa morte” se apegasse como anexo e só eram esperados o marido e os primos que estavam no corredor para se despedir e confirmar o ámen final. 

-Não vá embora, fica aqui comigo até ao fim, doutor. 

A Menininha pediu ao médico, com muito esforço, como se aquelas palavras fossem guardadas por muito tempo junto às outras e quando saem, vêm junto as faíscas que queimam o tempo que estiveram por dentro dela e ninguém mais teve a sorte de ouvir ou ser digno de ser partilhado, um segredo por ora tão necessário à beira da morte. 

-Não vá doutor, não vá… 

Largou a mão do doutor e fez sinal para uma bolsa de roupa no meio das outras já amontoadas e que pelo estado já abatido mostra que a paciente há muito que se encontra internada. 

-Apanha aquela bolsa preta doutor. 

O doutor olha para a bolsa e alonga a mão até perto da parede e puxa a bolsa e entrega a Menininha. Ela com algum esforço abre a bolsa e retira um livro e entrega ao doutor e diz:

-Doutor, está tudo aqui, mas nem tudo o que se diz ali é verdade, leia o livro e estabeleça as ligações entre os papéis, doutor, atribua a voz de um para outro e vê o que faltou. 

O doutor observou o livro, que o espantou e lhe saltou diante dos olhos pela primeira vez desde há quase dois anos que a senhora Menininha está ali internada, sem saber quem era realmente era aquela senhora dona de o maior escândalo nacional. 

Ao ler o título da obra começou a relacionar o livro com a senhora à sua frente, inaugurou a fazer perguntas que nunca antes pensaria fazer fora do âmbito medicinal a um paciente. Quando o caso se deu na década de oitenta, ainda pouco ou nada do prelo e nenhum alarme se fazia sobre qualquer tipo de caso verçudo ou assuntos que poderiam espantar ou testar a imbecilidade de um povo. 

-Minha senhora….

-Sim, doutor, fui eu, mas, por favor leia, e estabeleça as relações e tente ver se a imoralidade que me atribuem está no lugar correto.

O doutor vê a senhora com descrença, mais de trinta anos depois, um livro e uma história num hospital e um caso diante de uma quase morta estava prestes a voltar com um caso de tragédia familiar. 

Era o pensamento do médico que atinava sobre o caso que ele ainda menino lembrava com perfeição por ser o pai dele amigo do então juiz da cidade onde residiam e praticava a medicina.  

No dia da tragédia, o pai do médico se encontrava na zona de kruxa e ouviu os primeiros choros e o desespero provocado pelo pai a troco de hábitos tolos que só fragilizaram mulheres fortes e espetacularmente bonitas, sejam elas de nariz grande ou negras mais que a negritude de uma panela, mas, que o lume lhes cozinha a coragem por dentro, e no coração o fogo quente tem guardado a ternura de quem trocou algum vermelho batom pelo chama na comida que satisfaça o menino que depois criava na cidade e a cidade cria junto com ele.

Fim da parte I

Mario Loff

COMMENTS

Pub

Populares$show=404

Formulário de Contacto

Nome

Email *

Mensagem *

Nome

2MUCH,12,6 crianças na Tarrafal,9,Abraão Vicente,37,Adê,4,Aderito Depina,5,Africa,1,album,87,Alex Evora,27,Alicia Pereira,7,Alsis Dende,20,amadeu oliveira,33,Amílcar Cabral,8,Amoransa,16,anedotas,20,Angela,6,Anilton Levy,103,Anny,5,Apollo G,70,apolo sc,8,Arielson,6,Aristide Gaspar,5,Arte,7,artistasCV,18,Ashley,8,August Silva,24,Aventuras di Bubacar,8,Badoxa,14,Basket,25,Batchart,11,batuku,115,Beleza,59,Betinho,28,beto alves,8,Beto Dias,50,Beto Duarte,12,BigZ Patronato,84,Biografia,207,Black G,25,Blacka,27,BossAC,4,Boy Game,27,Breve,15,Bruce Semedo,12,Bruno Rodriguez,6,Buguin Martins,25,c.james,24,cabelo,27,Cadillac Ali,8,Calema,10,Carlos Andrade,10,carros,3,Carter MC,10,casa do lider,64,caso Davidson,6,Cesar Sanches,12,Cesaria Evora,14,Cesf,64,ceuzany,16,Charbel,23,Chrislainy Lopes,28,chuva,14,cileiza barros,15,cleiton,3,comedia,287,contos,85,covid-19,332,CRASDT,8,Cremilda Medina,16,Cultiva,15,curiosidade,636,CV,1,CVMA,49,CvTep,28,dança,39,Danilson Pires,9,David Brazao,9,Deejay R_One,12,deibby,7,delta ramantxadas,11,Denis Graças,11,Dentu Moda,17,Desaparecimento,103,Desporto,393,Detroit Kabuverdiano,8,dev,1,Devil K,12,DG One,15,diabona,17,Dibaz MOB,15,Dicas,92,Dicla,43,Dino D'Santiago,23,Divas Paris,6,Dj Kelven,9,Djam Neguin,39,Djedje,9,Djeison Lumi,21,djodje,147,Djy Indiferente,73,DNOS,9,documentário,2,Du Marthaz,25,Duelo de Artista,1,Dynamo,51,Economia,4,Eddu,24,Edwin,5,Elias Kailan,5,Elida Almeida,72,Elji Beatskilla,40,Elly Paris,35,Eloisa,5,Eminem,5,emprego,3,Entrevista,167,Erros nos manuais,7,EtelLopes,27,evelise carvalho,4,Evento,455,Expavi,11,FattúDjakité,13,Ferro Gaita,15,Fidjos Di Belo Freire,14,fidju di nhu Santu Amaru,5,fil g kamporta,40,FlowPezoD,7,Fofoca,353,França,124,Fred G-HarT,8,Fredked SamBriu,11,freirianas guerreiras,13,Fugi Regra,15,Funana,547,Futebol,106,Ga daLomba,23,Gabriela Évora,5,Gamboa,1,garry,78,Gaucho do Bem,52,Ghetto Stars,5,Gil Semedo,32,gilson furtado,14,giovani rodrigues,42,Grace evora,15,Gracelino Barbosa,21,Gylito,5,Heavy H,5,Helio Batalha,76,Hilário Silva,17,Hip Hop,1475,info,2,internacional,220,intimo,14,Isah,14,IUcv,5,IvanAlmeida,2,Ja Diva,23,Jailson,25,JamesTC,5,Jassy Correia,10,Jay,56,JCF,20,jennifer dias,19,Jéssica Pellegrini,7,Jimmy,7,Jm Caps,5,JoaoBranco,3,Joaquim,1,Jorge Neto,30,Josslyn,55,Judepina,5,JuntosMusica,49,kady,9,Kaka D'Lidia,10,Keyla,26,Kiddye Bonz,24,kizomba,448,KMA,7,Komikus Tarrafal,25,Kruvela Jr,10,lavinia,16,Lavvy,21,lejemea,59,Lenira Querido,7,Leny,3,Léo Pereira,57,letras,32,Leydy,10,Lippe Monteiro,20,Lisandro,20,Lista10,6,Loony Johnson,48,Loose Jr,7,Loreta kba,56,Lura,20,Maicam Monteiro,38,Mannó,4,maria silva,3,Mario Loff,76,Mario Lucio,22,Marito,11,Mauro Barros,4,Mayra Andrade,19,Mc Acondize,19,mc distranka,12,Mc Katxupa,19,mc prego,121,Mc Tranka Fulha,135,Mellanie Tavares,5,Menina Allycia,4,Mentis Kriolu,4,Meteo,1,Miguel Andrade,32,Mika Mendes,20,Miny blaa,16,Miss,38,Mister MC,5,Mito Kaskas,36,MituMonteiro,4,moda,140,MonteTxota,31,Morena Santana,14,Mota Jr,33,Mr. Carly,5,Mudjeris di Bom Sperança,16,Mural Valete,18,musica,4801,Myriiam,11,N.I.Abensuod,4,Nair Semedo,4,Nandorex,7,Naytchy MG,10,ne jah,47,Nelson Freitas,50,Nelson Junior,3,Neuza,27,Neyna,49,Nikess,5,Nissah Barbosa,14,Nittó Destiny,12,Nitto Love,7,Nuno do Guettoh,9,opinião,2442,OsmarBrito,1,Papa Rocha,4,PCC,15,pentiados,6,Platão Borges,18,pnd,3,Poema,239,policia,63,Politica,415,Populares da Semana,2,Princezito,35,Projota,18,Promo,78,Puto G,10,Quemé,10,racismo,8,Radio,1,Rahiz,48,Rapaz 100 Juiz,45,Ravidson,4,Ray G Corvo,10,Receitas,12,Ricky Boy,31,RimAsom,9,rip bela,4,Ritchaz,9,Romeu Di Lurdis,45,Rony Cirilo,8,Ruben Lobo,2,ruddy boy,9,Rui,35,Ruth Furtado,4,salamita,10,Samora,3,Sandrine,4,sandro monteiro,14,Santa de volta,11,Sara Andrade,9,Sara Tavares,10,saude,60,SCV,18,sebah,81,Selson Batalha,6,Sem Pressa,36,Sem Truques,7,ShadeB,20,SiBi,19,sociedade,3102,solidariedade,134,Som di Terra,3,sondagem,2,soraia ramos,81,Sos Mucci,48,StevenR,5,Su Boss,9,Surf,9,Sussu MT,7,Suzanna Lubrano,24,TACV,53,Tarrafal,254,Taylor Moikano,5,Teatro,15,Tec,11,Tecnologia,16,Thairo Kosta,28,The Profit,40,Tikai,45,Tinho Star,10,TitoParis,2,Tixa,22,To Semedo,21,Tony di Frank,19,Tony Fika,61,Tony Mamaidoka,13,toru,29,Totoloto,6,Trakinuz,32,turismo,6,Ultimas gotas,9,Vado Más Ki Ás,37,VanessaFurtado,8,vania,5,VannyReis,1,VBG,29,video,8240,Viral VDM,78,Wade Silvino,6,Will.G,5,WillG Loko,13,Willy Semedo,61,Wilson e Zidane,1,Wise Henrick,38,xaioi,4,Yara dos Santos,20,Young Problema,11,Za Preta,7,Ze Badiu,17,Zé Carlos,5,ze espanhol,85,Ze pikenu,10,Zé Spritu Guerrero,2,Zubikilla,3,
ltr
item
Dexam Sabi Cabo Verde: A morta e os dois irmãos - Mario Loff
A morta e os dois irmãos - Mario Loff
A noite, cada mulher deveria estar com os companheiros, não é desejar muito, sentir a noite a passar bem protegida
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEiENzRoav0tPSUkpqltCPFxgknYNryX4XShcTeC6eSqyZQL85qYmPhPAQJjoREX1R23TZtJqvQT0tBCncEi28q0OMHCG9WdBzBvTafB6QyJJtWEQq3EL2EMrPog_8Bm2W5htG0PfUQYLgwh/w400-h226/mario+loff+tarrafal.webp
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEiENzRoav0tPSUkpqltCPFxgknYNryX4XShcTeC6eSqyZQL85qYmPhPAQJjoREX1R23TZtJqvQT0tBCncEi28q0OMHCG9WdBzBvTafB6QyJJtWEQq3EL2EMrPog_8Bm2W5htG0PfUQYLgwh/s72-w400-c-h226/mario+loff+tarrafal.webp
Dexam Sabi Cabo Verde
https://www.dexamsabi.com/2023/10/a-morta-e-os-dois-irmaos-mario-loff.html
https://www.dexamsabi.com/
https://www.dexamsabi.com/
https://www.dexamsabi.com/2023/10/a-morta-e-os-dois-irmaos-mario-loff.html
true
777634241572887542
UTF-8
Loaded All Posts Not found any posts VEJA TODOS Ler Mais Reply Cancel reply Delete By Home PAGES POSTS View All RECOMMENDED FOR YOU LAB ARCHIVE SEARCH ALL POSTS Not found any post match with your request Back Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS PREMIUM CONTENT IS LOCKED STEP 1: Share to a social network STEP 2: Click the link on your social network Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy Table of Content